Episódio 45 com Ronaldo da Costa

Ele iniciou na corrida aos 16 anos de idade, atraído pela premiação da prova. A data ele jamais se esqueceu, foi no 30 de maio 1987. O tempo nos 10km foi de 40’20”, o que lhe garantiu um inesperado 2. lugar e quinhentos cruzeiros no bolso. Trabalhando então numa olaria para a prefeitura de Descoberto, Minas Gerais, ele gostou da experiência e resolveu continuar participando das corridas da região. Mudou-se para Juiz de Fora para trabalhar numa fábrica de máquinas de escrever e competia pela equipe da empresa. Descontente com a vida na "cidade grande", aos 19 anos resolveu voltar para sua cidade natal e continuou a correr.

Episódio ESPECIAL com Fernanda Keller

Nesta edição remasterizada do episódio de lançamento do Endörfina, você ouve um BÔNUS de 25' com a rainha do triathlon brasileiro. Neste episódio ela dá sua opinião a respeito dos 35 anos do triathlon nacional, sobre os 40 anos do Ironman e seus planos para Kona 2018.

Episódio 30 com Nato Amaral

Meu convidado de hoje é um atleta amador, porém, daqueles que leva tão a sério sua paixão pelo esporte, que por muito pouco não poderia ser considerado um profissional. Digo isso não por causa dos seus resultados, que aliás são bastante respeitáveis, mas principalmente pela sua devoção à uma modalidade que ganha cada vez mais destaque a cada ano. Minha teoria é de que nas últimas décadas, as Maratonas, conhecidas como as rainhas das corridas de rua, deixaram de significar o sonho de consumo de uma parcela significativa dos corredores amadores. Como se os 42.185 metros tivessem se tornado, digamos, curtos de mais!

Episódio 23 com Ivan Albano

No triathlon desde 1991, quando ainda competia como júnior, até hoje, com 28 provas de Ironman no currículo (6 só em Kona) e três vitórias consecutivas no UB515, este paulista de Mogi Mirim vive desde então para o esporte, seja treinando para o próximo desafio, seja orientando e incentivando seu filho David (8 anos) ou seus alunos! Com vocês, IVAN ROBERTO DE CAMPOS ALBANO JUNIOR.

O Endörfina está no ar! Episódio 01 com Fernanda Keller

Carnavalesca de coração, chegou ao pódio do Ironman do Havaí com o terceiro lugar nada menos do que seis vezes! Ao todo foi quatorze vezes top 10. Seu melhor tempo: 9h24’30” (3h09’30” na maratona!) em 1999. Por aqui, entre 1991 e 1996, não tinha para ninguém no mais importante campeonato nacional, o Troféu Brasil.  Aos 44 anos, venceu [...]