Episódio 91 com Marcelo Braga

Meu convidado de hoje ostenta em seu currículo nada mais, nada menos, que perto de 30 provas de Ironman, 150 etapas do Troféu Brasil de Triathlon, mais de 20 São Silvestres, algumas dezenas de Maratonas e até um Race Across America. São mais de três décadas de uma carreira dedicada aos esportes. Mesmo sem nunca ter praticado a corrida e ter experimentado a natação e a bicicleta apenas por lazer, seus resultados foram e continuam sendo muito expressivos.

ESPECIAL 2 ANOS com Michel Bögli

Neste episódio especial em comemoração aos dois anos do Endörfina, com a ajuda do amigo Paulo Lima eu respondo às perguntas enviadas pelos ouvintes. Conheça minha história e opiniões sobre o triathlon, RAAM, o esporte, o Endörfina e a vida.Obrigado a todos os ouvintes, convidados, incentivadores, patrocinadores e apoiadores.

ESPECIAL IM Brasil 2019 com Santiago Ascenço

Neste terceiro e último episódio especial do Ironman Brasil 2019 recebo o atual campeão do 70.3 de Pucón e de Bariloche. Um triatleta com 24 anos de carreira, que foi duas vezes vice-campeão aqui em Floripa. Um apaixonado por carros rápidos que tem opiniões talvez tão fortes quanto seus resultados no esporte. Com vocês, o pai do Lucas, o goianense Santiago Alves Ascenço.

ESPECIAL IM Brasil 2019 com Roberto Lemos

Para este primeiro episódio especial do Endörfina Podcast no Ironman Brasil 2019, recebo um gaúcho que por uma década foi escoteiro, por 7 anos foi atleta profissional de triathlon, esporte ao qual se dedica há 28 anos. Pelas referências de tempo, dá pra se imaginar que ele não é mais um garoto. E talvez seja toda esta experiência que faça dele uma pessoa tão interessante.

Episódio 49 com Marcos Paulo Reis e Leandro Macedo

Nesta edição especial do Endörfina, dois amigos e convidados que já passaram por aqui retornam, agora juntos, para conversar e discutir sobre o triathlon e a corrida, sobre a evolução do esporte, sobre treinamento, doping, sobre o triathlon profissional, amador e sobre os mais recentes fatos e resultados das duas modalidades. Uma rara oportunidade de ouvir as opiniões do técnico Marcos Paulo Reis e do ex-campeão mundial de triathlon e agora treinador, Leandro Macedo.

Episódio 37 – Fernanda Paradizo

Filha de uma pedagoga, passou grande parte da sua infância e adolescência na escola. Além das atividades artísticas, praticou judô, handebol, basquete e vôlei. Antes dos 17 anos já ingressou na faculdade de jornalismo e dois anos depois, na faculdade de letras. Era revisora da revista Boa Forma, quando foi chamada para fazer uma matéria sobre a corrida. Conheçeu então o mestre em corrida, Wanderlei de Oliveira, que seria fator determinante no seu ingresso no mundo das maratonas, como corredora e jornalista.

Episódio 28 com Carla Moreno

Minha convidada de hoje um dia resolveu participar de um triathlon. Escolheu o mais próximo no calendário e estreou logo no quente e úmido Internacional de Santos. Sua falta de prática e experiência não foram suficientes para faze-la se intimidar. Muito pelo contrário, logo na estréia numa prova de triathlon ela foi a quarta mulher a cruzar a linha de chegada! Naquele mesmo ano, 1996, sagrou-se campeã mundial júnior.

Episódio 26 com Leandro Macedo

Leandro Corrieri de Macedo, é um gaúcho de Porto Alegre apaixonado por futebol e sem sombra de dúvidas, o MELHOR TRIATLETA que o Brasil já teve. Já morando em Brasília, conheceu a corrida e o triathlon por acaso. Com a ajuda da meditação, prática que abordamos na conversa de hoje, Leandro construiu uma carreira de sucesso. Entre tantos titulos, foi em 1991 o primeiro campeão do circuito ITU, tetra-campeão pan-americano, tri-campeão sul-americano, medalha de bronze no campeonato mundial em 1996 e o primeiro triatleta a correr os 10k para baixo dos 31’!

Episódio 20 com Adriano Bastos

Meu convidado de hoje ingressou na corrida por incentivo do irmão mais velho, figura quase que paterna para ele. O desempenho acima da média o levou a encarar os primeiros duathlons em 1993 e logo em seguida vieram os triathlons. Dono de uma corrida sempre muito forte e com a ajuda de Marcos Paulo Reis, novas oportunidades foram surgindo até que resolveu correr sua primeira Maratona em 1998, em SP. As 2h41min impressionaram a todos, exceto ele, que sentia que ainda estava longe do seu limite! Repetiu o feito em SP no ano seguinte com o mesmo tempo, mas foi na edição de Blumenau, onde fechou com 2h28min, vencendo a categoria, e na de Curitiba, apenas dois meses depois, onde obteve a marca das 2h31min que fizeram com que recebesse a proposta que iria mudar sua vida para sempre.

Episódio 06 com Marcos Paulo Reis

Este Niteroiense apaixonado por futebol fez carreira, fama e fortuna na maior cidade da América do Sul, como professor de corrida e triathlon dos ricos e famosos. Segundo ele mesmo, foi ao lado de Wanderlei de Oliveira, o criador do formato de negócio que conhecemos hoje como Assessoria Esportiva e que vive na última década, seu auge no Brasil.