Minha convidada nasceu numa pequena cidade no interior do Paraná. Como muitas crianças, praticou diversas modalidades esportivas, até que sofreu um acidente de carro que a deixou paraplégica. Aos 12 anos de idade ela começou uma longa trajetória, que mudaria o propósito da sua vida.

Contou com o apoio incondicional da família para vencer cada dificuldade, cada obstáculo e incerteza que a acompanharam ao longo do processo de reabilitação e adaptação.

Durante esse processo, o esporte passou a ter um novo significado e um papel importantíssimo. Mais uma vez o esporte se apresentando com uma poderosa ferramenta transformadora.

Primeiro ela encarou o basquete, modalidade que já havia praticado, porém, que desta vez não se encaixou à sua nova rotina.

Ela foi então apresentada ao paraciclismo, que funcionou perfeitamente. Em 2011, logo na primeira competição, ela não apenas venceu, mas demonstrou um enorme potencial, chamando a atenção dos dirigentes da modalidade.

No mesmo ano, mudou-se para São Paulo para integrar a seleção brasileira e já no seu primeiro Parapan ela conquista uma prata na prova de estrada. A cada treino e a cada competição ela ganhava a confiança e bagagem necessárias para alimentar o sonho de  largar numa Paralimpíada.

Já morando e treinando em Brasília, a tão sonhada vaga foi conquistada e sua estréia, um 10 lugar justamente na Rio 2016 foi o auge da sua carreira até então.

Seguindo a boa fase que vivia, em 2017 conquistou seis medalhas em etapas da Copa do Mundo e no ano seguinte, dois bronzes no Mundial realizado na Itália.

Em 2019, veio o grande baque quando ela contraiu uma infecção óssea que a afastaria do esporte por dois longos  e desafiadores anos, colocando em cheque não apenas a sua vaga nos Jogos, mas a sua vida.

O adiamento dos Jogos acabaram por proporcionar a ela mais tempo para vencer a doença e minimamente treinar alguns meses para conquista a vaga e participar dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, prova que terminou na 14. colocação.

Conosco hoje a paracilcista 9 vezes Campeã Brasileira e uma das melhores do mundo, estudante de Gestão Financeira, a jandaiaense mais famosa do Brasil, Jady Martins Malavazzi. Inspire-se!

SIGA e COMPARTILHE o Endörfina através do seu app preferido de podcasts.

Contribua também com este projeto através do Apoia.se.

Um oferecimento da SIGMA A Sigma Sport representa a tecnologia alemã em seu mais alto nível, combinando design inovador com engenharia de precisão. Todos os produtos são testados em laboratórios internos para suportar as condições mais adversas, garantindo um excelente padrão de qualidade em toda a linha de produtos. A Sigma possui produtos de iluminação, ferramentas de bolso, ciclo computadores com e sem GPS, e também relógios com monitor cardíaco com e sem GPS. Conheça toda linha de produtos Sigma disponíveis no Brasil no www.ultracicle.com.br.

@ultracicle

Instagram

Facebook

Podcast Exercício e Tal – Um papo sobre o paraciclismo com Jady Malavazzi

Olimpíada todo o dia – Jady retorna após 2 anos afastada das competições

Central Esportiva – Jady Malavazzi retorna às pistas após 2 anos afastada

Central Esportiva – Conheça a atleta Jady Malavazzi

Instagram Inviccto Sports

Instagram Christiane Reppe

Jandaia do Sul

Wiki Aves – Jandaia verdadeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *