Episódio 79 com Vanessa Protásio

Minha convidada de hoje foi campeã da maratona do Rio em 1982, quando também venceu a primeira edição da corrida da ponte Rio-Niterói. Em sua primeira participação na Maratona de Nova Iorque, foi a brasileira mais rápida. Nada mal para uma jovem psicóloga que se apaixonou pela corrida, quando o esporte ainda engatinhava por aqui.

Episódio 73 com Manuela Vilaseca

O Brasil é um país com potencial enorme. Nossos recursos humanos e naturais fazem inveja a muita nação desenvolvida. Contudo, para esta minha convidada de hoje, os mesmos humanos e a natureza se colocaram um contra o outro num mero reflexo do nosso cotidiano. No caso dela, mais especificamente na cidade do Rio de Janeiro. Exuberante pela própria natureza, vive uma espécie de câncer social que eventualmente chegou muito próximo dela.

Episódio 71 com Cid Lopes Cardoso

Organizador do primeiro Ironman realizado no Brasil e parceiro do Núbio nas primeiras provas de triathon de Santos, Cid foi editor do jornal extinto TRIATLETA e o responsável por apresentar o RAAM aos brasileiros. Tudo isso por hobby!

Episódio 63 com Daniel Rodrigues

Daniel é um triatleta da nova geração. Se interessou pelo esporte quando por aqui se vivia o que eu gosto de chamar de segunda onda do triathlon. Impulsionado pelo sucesso do Ironman de Florianópolis, este ultra maratonista resolveu experimentar o esporte das três modalidades. Começou de maneira não muito ortodoxa, direto no 70.3 de Penha em 2012, para no ano seguinte saltar para o full distance de Floripa.

Episódio 60 com Sérgio Cordeiro

Este pedagogo vem de uma família bastante humilde. Sua infância no Rio de Janeiro do final da década de 1950 e começo dos 60 foi marcada por dificuldades financeiras ao ponto de ter enfrentado a falta de ter o que comer e onde morar. Superadas as dificuldades seguiu sua vida até o dia em que, já trabalhando para a TELERJ (antiga cia telefônica do RJ), teve contato com a corrida através de um programa interno de qualidade de vida. Tinha então 27 anos e logo pegou gosto pela novidade.

Episódio 48 com Lauter Nogueira

Lauter é formado em engenharia e educação física e participou do primeiro triathlon brasileiro, a Corrida Alegre em 1982. Foi técnico de alguns dos primeiros triatletas nacionais, integrou a equipe técnica da delegação de triathlon em Sydney e é comentarista da Rede Globo desde 1995.

Episódio 40 com Alexandre Maximiliano

Carioca de alma e espírito, este oceanógrafo e professor de educação física, apaixonado pelo esporte da redonda desde a infância, correu muito atrás da bola e de pipas numa época em que ainda era seguro uma criança brincar pelas ruas. Um dia sonhou em ser triatleta. Afinal, já praticava natação e chegava primeiro que seus colegas nas pipas que perseguia. Morando na cidade onde surgiu o nosso esporte, foi fácil começar a competir. Estreou em 1987, foi bronze no Ironman do Havaí na categoria até 24 anos (1995), mesmo ano em que foi vice–campeão do Troféu Brasil e bronze também no campeonato sul-americano de 1996. Sagrou-se hexa-campeão carioca de duathlon entre outros títulos!

Episódio 35 com Alberto Klar

Este carioca é considerado o primeiro técnico de triathlon do Brasil. Orientou em 1982 ninguém mais ninguém menos que Marco Ripper, Carlos Roberto Dolabella e Ronaldo Borges, os primeiros brasileiros a participarem do Ironman do Havaí. Migrou para a mais lucrativa natação e foi técnico do Esporte Clube Pinheiros durante 15 anos, treinando alguns ícones das piscinas como Jorge Fernandes, Gustavo Borges, Cassiano Leal entre outros. Em 2004, trabalhou com Carla Moreno, para os jogos de Atenas.

Episódio 27 com Monika Lucena

Aos 26 anos de idade, o acaso a levou a participar da Corrida Alegre, primeiro triathlon realizado em solo nacional. Um inesperado segundo lugar a fez conquistar uma vaga na equipe Company, uma das marcas de vestuário mais icônicas do RJ. No ano seguinte, em 1983, participou do Triathlon Café do Brasil e conquistou a vaga para participar do Ironman do Havaí. Em 1984 foi a primeira brasileira a competir em Kona, com o tempo de 12h16’.

Episódio 24 com Alexandre de Médicis

Em 2018 o Endörfina celebra os 35 anos do Triathlon brasileiro. Tudo começou no RJ com a "Corrida Alegre", idealizada e organizada pelo jornalista José Ignácio Werneck (meu convidado no episódio 12). Largaram cerca de mil pessoas, poucas porém, com o objetivo de competir nas três modalidades (natação, corrida e ciclismo, nesta ordem!). Um dos competidores que já sabia sobre o novo esporte e havia treinado para a competição é meu convidado de hoje. Alexandre de Médicis foi o primeiro triatleta brasileiro.