Episódio 79 com Vanessa Protásio

Minha convidada de hoje foi campeã da maratona do Rio em 1982, quando também venceu a primeira edição da corrida da ponte Rio-Niterói. Em sua primeira participação na Maratona de Nova Iorque, foi a brasileira mais rápida. Nada mal para uma jovem psicóloga que se apaixonou pela corrida, quando o esporte ainda engatinhava por aqui.

Episódio 78 com Felipe Dayrell

Recebo hoje um mineiro que iniciou no triathlon em 1994, aos quinze anos de idade. Foi amor à primeira vista. Desde então ele nunca mais parou e foi buscando, naturalmente, desafios cada vez maiores até que em 2004, estreou em provas longas. Em sua coleção já são 23 medalhas só das provas na distância de Ironman. Aos 40 anos possui uma vitalidade contagiante.

Episódio 77 com Bruna Mahn

Minha convidada de hoje nasceu e cresceu na aprazível cidade de Piracicaba há 32 anos e nunca imaginou que se tornaria atleta. A natação chegou tarde e a bicicleta era usada apenas para ir à casa das amigas. O primeiro contato com o triathlon, em 2004, foi breve e veio logo antes de participar de um intercâmbio na Europa.

Episódio 76 com Luciano Rotella

Está com sono? Acorde e se prepare para um episódio especial sobre o sono. Recebo hoje aqui um sujeito que começou jogando bola e somente na universidade se interessou pela corrida. Mas o que viria a lhe atrair mais a atenção foi uma área de interesse ainda pouco comum dentro da medicina. Formado em Otorrinolaringologia, se especializou na medicina e biologia do sono, em especial na sua relação com o alto rendimento. Se prepare para uma conversa que será, como certeza, muito informativa e esclarecedora.

Episódio 75 com Rosana Merino

Após uma cirurgia relativamente simples, minha convidade foi surpreendida ao acordar na UTI e saber que estava paralisada do pescoço para baixo. Mesmo o mais otimista dos campeões sentiria o que ela sentiu. Essa talentosa super atleta, treinadora, coach e palestrante conta de onde vem a energia contagiante que a faz perseguir, não mais um título ou reconhecimento, mas o domínio sobre o próprio corpo para vencer o mais difícil desafio da sua vida até aqui.

Episódio 74 com Adriana da Silva

Recebo hoje para um conversa sobre a vida e o atletismo, uma moça de origem simples, vinda do interior de São Paulo e que fez da corrida não apenas sua profissão, mas um motivo de esperança para mudar a sua vida. Uma história que se repete muitas vezes, principalmente aqui no Brasil. Um clichê que insiste em continuar acontecendo, seja para o bem ou pelo mal. Conheceremos hoje um pouco mais a fundo a história de vida dessa talentosa maratonista que acorda todos os dias com a motivação de se tornar uma vencedora nas competições e na vida.

Episódio 73 com Manuela Vilaseca

O Brasil é um país com potencial enorme. Nossos recursos humanos e naturais fazem inveja a muita nação desenvolvida. Contudo, para esta minha convidada de hoje, os mesmos humanos e a natureza se colocaram um contra o outro num mero reflexo do nosso cotidiano. No caso dela, mais especificamente na cidade do Rio de Janeiro. Exuberante pela própria natureza, vive uma espécie de câncer social que eventualmente chegou muito próximo dela.

Episódio 72 com Carla Di Pierro

Minha convidada de hoje é graduada em Psicologia pela PUC-SP, especialista em Psicologia do Esporte e em Análise do Comportamento. Cursou Mindfull Performance pela Escola de Medicina da Universidade de San Diego e atua na preparação mental de atletas amadores e profissionais desde 2001, em modalidades tão diversas como natação, atletismo, vela, judô, triathlon, automobilismo, ciclismo, hipismo, tiro esportivo e ballet.

Episódio 71 com Cid Lopes Cardoso

Organizador do primeiro Ironman realizado no Brasil e parceiro do Núbio nas primeiras provas de triathon de Santos, Cid foi editor do jornal extinto TRIATLETA e o responsável por apresentar o RAAM aos brasileiros. Tudo isso por hobby!

Episódio 70 com João Paulo Diniz

Meu convidado de hoje é uma figura pública que ostenta uma forte imagem ligada aos esportes e à vida saudável. Desde jovem abraçou a causa levantada inicialmente pelo pai e não apenas usa o esporte como instrumento para manter sua saúde, como investe uma boa porção do seu tempo para contribuir com o desenvolvimento do nosso esporte, em todas as modalidades.