Episódio 52 com Paulo de Tarso

Meu convidado de hoje é um carioca que trocou as praias do Rio de Janeiro pelas ruas e avenidas de São Paulo. Ao invés do futvôlei, a bicicleta. Dois anos depois de chegar à maior cidade do país, em 1994, resolveu largar de vez o trabalho como arquiteto para se dedicar exclusivamente à organização de passeios noturnos sobre duas rodas.

Episódio 51 com Samir Barel

Meu convidado de hoje começou a nadar ainda criança, incentivado pelo irmão mais velho. Passou toda a infância e adolescência nas piscinas de Campinas, interior de São Paulo batendo recordes nas provas curtas de 50, 100 e 200 metros. Aos 25 anos experimentou a sua primeira maratona aquática, para logo depois sagrar-se tri campeão paulista na categoria. Até que em 2012, resolveu encarar desafios maiores e decidiu que enfrentaria as travessias mais casca grossa do planeta. Acabou se tornando um especialista em nadar longas distâncias.

Episódio 49 com Marcos Paulo Reis e Leandro Macedo

Nesta edição especial do Endörfina, dois amigos e convidados que já passaram por aqui retornam, agora juntos, para conversar e discutir sobre o triathlon e a corrida, sobre a evolução do esporte, sobre treinamento, doping, sobre o triathlon profissional, amador e sobre os mais recentes fatos e resultados das duas modalidades. Uma rara oportunidade de ouvir as opiniões do técnico Marcos Paulo Reis e do ex-campeão mundial de triathlon e agora treinador, Leandro Macedo.

Episódio 48 com Lauter Nogueira

Lauter é formado em engenharia e educação física e participou do primeiro triathlon brasileiro, a Corrida Alegre em 1982. Foi técnico de alguns dos primeiros triatletas nacionais, integrou a equipe técnica da delegação de triathlon em Sydney e é comentarista da Rede Globo desde 1995.

Episódio 47 com Tim Don

Em uma entrevista inédita após a classificação para o Ironman de Kona 2018, Tim conta sua trajetória de vida até estabelecer a melhor marca para um Ironman até hoje e a batalha para superar o trauma do acidente que quase acabou com sua carreira.

Episódio 45 com Ronaldo da Costa

Ele iniciou na corrida aos 16 anos de idade, atraído pela premiação da prova. A data ele jamais se esqueceu, foi no 30 de maio 1987. O tempo nos 10km foi de 40’20”, o que lhe garantiu um inesperado 2. lugar e quinhentos cruzeiros no bolso. Trabalhando então numa olaria para a prefeitura de Descoberto, Minas Gerais, ele gostou da experiência e resolveu continuar participando das corridas da região. Mudou-se para Juiz de Fora para trabalhar numa fábrica de máquinas de escrever e competia pela equipe da empresa. Descontente com a vida na "cidade grande", aos 19 anos resolveu voltar para sua cidade natal e continuou a correr.

Episódio 44 com Márcio May

Mais um ciclista talentoso que veio do sul do país e que durante 18 anos representou a seleção brasileira em diversas provas do esporte, da pista à estrada. Iniciou no esporte em 1986 e por pouco mais de duas décadas calcula ter pedalado algo próximo a 600 mil km! Neste período venceu inúmeras provas, participou de 3 olimpíadas e foi tetra-campeão da Volta de Santa Catarina.

Episódio 41 com Poliana Okimoto

Meses após viver o ponto mais baixo de sua carreira, nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, Poliana superou a depressão resolveu ir atrás do seu sonho. Nadando em águas brasileiras, foi bronze na maratona aquática no Rio 2016. Conheça detalhes da história da primeira nadadora brasileira a ganhar medalhas em mundiais e também em Jogos Olímpicos, a atual recordista brasileira nos 1500 metros em piscina longa e escritora nas horas vagas, a grande Poliana Okimoto Cintra.

Episódio 40 com Alexandre Maximiliano

Carioca de alma e espírito, este oceanógrafo e professor de educação física, apaixonado pelo esporte da redonda desde a infância, correu muito atrás da bola e de pipas numa época em que ainda era seguro uma criança brincar pelas ruas. Um dia sonhou em ser triatleta. Afinal, já praticava natação e chegava primeiro que seus colegas nas pipas que perseguia. Morando na cidade onde surgiu o nosso esporte, foi fácil começar a competir. Estreou em 1987, foi bronze no Ironman do Havaí na categoria até 24 anos (1995), mesmo ano em que foi vice–campeão do Troféu Brasil e bronze também no campeonato sul-americano de 1996. Sagrou-se hexa-campeão carioca de duathlon entre outros títulos!

Episódio 39 com Renata Falzoni

Esta paulistana formada em arquitetura pelo Mackenzie tornou-se fotógrafa e video-repórter no final dos anos 70 e começo dos 80. Foi organizadora de provas de MTB e uma das fundadoras dos Night Bikers, primeiro grupo organizado de pedaladas noturnas pela cidade de SP. A paixão pela magrela e o sonho de tornar-la mais respeitada como meio de transporte e de transformação, a fez militar em prol das duas rodas pelo Brasil todo. Apresentou por mais de uma década seu programa na multinacional ESPN, se candidatou a vereadora, cobriu diversos eventos esportivos e rodou o mundo para mostrar as mais diversas faces do universo sobre duas rodas.