Episódio 85 com Carlos Roberto Dolabella

Conheceremos hoje a trajetória de um surfista carioca e rato de praia que por uma intervenção divina recebeu um “chamado” para participar do Ironman do Havaí. Com o apoio da mãe , que temia pelo futuro incerto do filho, resolveu partir em busca de uma profissão. Com as ferramentas disponíveis na época começou a treinar até que veio a novidade: aconteceria no Rio o primeiro triathlon em solo brasileiro, chamado de Corrida Alegre.

Episódio 84 com Rafael Campos

Meu convidado de hoje muito embora seja formado em Administração de Empresas pela PUC de São Paulo, fez carreira como militar, atuando no Comando Militar do Sudeste. Em 1999, ano após a estréia das Corridas de Aventura por aqui, resolveu montar uma equipe para participar da nova modalidade. Foi aí que Rafael descobriu ou pode colocar em prática suas virtudes e paixões: organização, liderança, persistência, orientação e natureza.

Episódio 83 com Ricardo Rosa

Meu convidado de hoje é faixa preta de taekwondo, mas uma lesão no quadril o levou se dedicar à corrida. Por coincidência, uma reportagem na televisão sobre Ironman mudou o curso da sua vida. Ele viu no esporte recém descoberto a oportunidade para preencher o vazio que a arte marcial deixou. Buscou um pouco de informação e começou a treinar para estrear, logo de cara, numa prova de meia distância. Terminou com um honroso último lugar.

Episódio 82 com Rosecler da Costa

Minha convidada de hoje acaba de passar dos quarenta anos, muito bem vividos. O contato com os esportes na infância, a escola, faculdade, o trabalho, casamento e filhos a princípio poderiam parecer o roteiro da vida de uma mulher comum dentro da sua classe social. Mas ao olharmos de perto, algo nessa moça é diferente e especial. Mesmo sem perceber, algo a deixava inquieta e o esporte foi o válvula de escape perfeita. Mesmo assim, devido a correria do dia-a-dia, do trabalho, um acidente de bicicleta e a maternidade, a vida insistia em lhe sugar de volta à realidade.

Episódio 81 com Gilberto Ambrogi

Meu convidado de hoje é um amigo de longa data e muito embora nossos caminhos se cruzem esporadicamente, temos uma afinidade que nos une e traz boas conversas sempre que nos encontramos. Não necessariamente é o triathlon ou o treinos, tampouco a Cape Epic onde nos encontramos por acaso. O que nos conecta é a bicicleta. Ele, tanto quanto eu, tem uma relação especial com as magrelas, desde muito cedo. Giba foi campeão brasileiro júnior de MTB em 1990 e no mesmo ano correu o campeonato mundial da modalidade.

ESPECIAL IM Brasil 2019 com Santiago Ascenço

Neste terceiro e último episódio especial do Ironman Brasil 2019 recebo o atual campeão do 70.3 de Pucón e de Bariloche. Um triatleta com 24 anos de carreira, que foi duas vezes vice-campeão aqui em Floripa. Um apaixonado por carros rápidos que tem opiniões talvez tão fortes quanto seus resultados no esporte. Com vocês, o pai do Lucas, o goianense Santiago Alves Ascenço.

ESPECIAL IM Brasil 2019 com Roberto Lemos

Para este primeiro episódio especial do Endörfina Podcast no Ironman Brasil 2019, recebo um gaúcho que por uma década foi escoteiro, por 7 anos foi atleta profissional de triathlon, esporte ao qual se dedica há 28 anos. Pelas referências de tempo, dá pra se imaginar que ele não é mais um garoto. E talvez seja toda esta experiência que faça dele uma pessoa tão interessante.

ESPECIAL IM Brasil 2019 com Edmilson Amorelli

Recebo hoje para este segundo episódio especial Ironman Brasil 2019 um mineiro da cidade de Três Corações, que se tornou famosa por ter dado ao mundo uma entidade chamada Pelé. Esse educador físico iniciou sua carreira como preparador físico do Atlético Mineiro e chegou a ser dono de uma equipe de tênis. Em agosto de 1986 abriu as portas do Centro de Performance Humana, conhecido como CPH e durante 11 anos foi também preparador físico do tenista Gustavo Kuerten.

Episódio 78 com Felipe Dayrell

Recebo hoje um mineiro que iniciou no triathlon em 1994, aos quinze anos de idade. Foi amor à primeira vista. Desde então ele nunca mais parou e foi buscando, naturalmente, desafios cada vez maiores até que em 2004, estreou em provas longas. Em sua coleção já são 23 medalhas só das provas na distância de Ironman. Aos 40 anos possui uma vitalidade contagiante.

Episódio 77 com Bruna Mahn

Minha convidada de hoje nasceu e cresceu na aprazível cidade de Piracicaba há 32 anos e nunca imaginou que se tornaria atleta. A natação chegou tarde e a bicicleta era usada apenas para ir à casa das amigas. O primeiro contato com o triathlon, em 2004, foi breve e veio logo antes de participar de um intercâmbio na Europa.