Episódio 10 com Fernando Nabuco

No décimo episódio do Endörfina conversei com Fernando Nabuco de Abreu. Meu amigo desde o começo dos anos 1990, possui uma história muito legal. Filho de um remador Olímpico, começou a nadar aos sete de idade. Aos 17 participou revezamento 4x100m dos jogos Olímpicos de Roma, em 1960. Voltou de lá com um “manual australiano” de treinamento de alto rendimento, que se mostrou revolucionário para os padrões nacionais da época. Foi quanto os estudos e o trabalho falaram mais alto, fazendo com que passasse a dividir seu tempo com os esportes.  Passou pelo polo aquático, vela, tênis e até motonáutica. Já um empresário de sucesso, foi lendo o Jornal do Brasil em um voo da ponte aérea que soube da 1. Maratona do Rio de Janeiro, em 1980. Mesmo sem qualquer experiência na corrida, resolveu participar da prova. Três anos mais tarde participou do triathlon Café do Brasil e organizou o primeiro triathlon de São Paulo. Esteve em Kona nos anos de 1984, 87 e 89. Também representou o Brasil nos mundiais de 1990 e 91. Fã incondicional e um estudioso do ciclismo, foi presidente da Confederação Brasileira do esporte e chegou a organizar a Volta do Brasil.

Aos 73 anos de idade e em plena forma física, Fernando mantém um estilo de vida saudável até hoje. Em nossa conversa, entre tantas histórias, ele dá sua opinião a respeito do nosso sistema educacional e sobre o dilema que muitos jovens enfrentam sobre tentar carreira no esporte ou se dedicar aos estudos.

Aproveitem!

 

– LINKS MENCIONADOS DA CONVERSA DE HOJE –

 

nabucoracing@yahoo.com.br

Dave Scott

Scott Molina

Scott Tinley

Mark Allen

Eduardo Puertollano