Episódio 03 com Núbio de Almeida

Núbio de Almeida Lima, sociólogo de 59 anos, conheceu o triathlon por acaso em 1985 durante uma viagem à Nice, na França, quando presenciou a então famosa prova chamada Ironman de Nice, palco de nada mais nada menos de 10 vitórias consecutivas de Mark Allen.

Da infância como corredor de velocidade ao triatlhon, chegou a participar de oito provas de Ironman e diversos triathlons curtos.

Ele contou como sua paixão pelo triathlon o colocou na posição de organizador de provas desde 1988. Foi o criador do Troféu Brasil (inspirado no Troféu Brasil de Atletismo), que segundo ele é o campeonato de triathlon em atividade mais antigo do mundo, do Triathlon Internacional de Santos que chegou a atrair na década de 1990 os nomes mais importantes do cenário mundial, entre eles o próprio Mark Allen, Scott Molina, Mike Pigg e Spencer Smith.

Ele conta sua história com o Ironman de Florianópolis e seu novo projeto, o Terracom. Ao final de 2017, Núbio terá comandado o impressionante número de 189 provas, em 29 anos de atividade!

Ao longo desses anos todos, diversos talentos surgiram ou se consagraram nas provas Santistas: Armando Barcellos (meu convidado do episódio 02), Iris Amoedo, a própria Fernanda Keller (que estreou comigo o Endörfina), Adriana Piacsek (que em breve estará por aqui também), os brasilienses Leandro Macedo e Manzan, o argentino Oscar Galindez (outra presença já confirmada), Carla Moreno entre tantos outros.

Uma figura muitas vezes polêmica, mas sem dúvida nenhuma um apaixonado e corajoso. Segundo meu amigo, Alexandre Ribeiro, um dos responsáveis por manter viva a chama do triathlon brasileiro.

Aproveitem!

Links mencionados na conversa:

Vídeo da incrível vitória de Mark Allen no Ironman de Nice 1985 (notem que nessa época ainda se pedalava sem capacete)

Troféu Brasil de Triathlon

Triathlon Internacional de Santos

Ironman Brasil Forianópolis 2001

Duathlon Terracom